62

escravos....

Corpos cansados, cabelos desgrenhados, pés que se arrastam por entre uma multidão anónima.

Saem murmúrios das suas bocas, por entre o silvar dos chicotes. (...)
  
São rostor que se escondem e se transformam, por detrás de máscaras, hediondas e disformes.
O sangue e o suor misturam-se, deslizando em uníssono, por entre sulcos marcados nas suas costas,fazendo a diferença entre o dominador e o dominado...
São o retrato do que foi, do que ainda é, e daquilo que continuará sendo:
O domínio do homem pelo homem.
anacosta




62 comentários:

  1. Olá Ana! Passei para conhecer seu cantinho, retribuir sua visita e seu gentil comentário. Seu blog também é excelente, lindos poemas!
    Seja bem vinda ao meu blog sempre que quiser.
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Su blog contiene bella poesía,
    feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  3. E o povo continua amedrontado com medo do que lhe possa acontecer. Continua a consentir todos esses horrores, sem pouco ou quase nada fazer, para por toda essa gente na ordem!
    Na Revolução dos Cravos, do dia 25 de Abril de 1974, ouvia-se a canção de Zéca Afonso. Grândula Vila Morena, é o povo quem mais ordena!
    Se ainda não morreu está moribunda?
    Eles, os actuais políticos vão tentou o regresso desse tempo para poderem calar a boca do povo!
    E se nada for feito para o evitar, eles o irão conseguir?

    Desejo um bom dia para você, minha amiga Ana Costa.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  4. Olá Ana, passei para deixar um abraço e ler o que compartilhou! Que mensagem forte! Mas verdadeira! Um grande abraço e muita luz!

    ResponderEliminar
  5. oi minha amiga, vim lhe desejar que tenha uma ótima quarta-feira, beijos carinhosos

    ResponderEliminar
  6. Vim agradecer a tua presença no meu Blog e conhecer o teu.Gostei.Já me instalei.
    tenhas dias encantadores e felizes.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  7. Olá Ana, desejo que tudo permaneça bem contigo!

    Não houvesse no ser humano o sentimento de inveja, de cobiça demasiada do alheio, não seria necessário sequer um dominador, mas, infelizmente alguns evidenciam estes defeituosos sentimentos e outros espertalhões usam os próprios sentimentos dos dominados para dominá-los. É por isso que em certos momentos penso que o homem gosta e pede para ser tratado feito gado, andar sempre enfileirado, não pode estar ali nem acolá, enfim, vez em quando concordo quando dizem que cada povo tem o governo que merece, até quando?
    Outra belíssima postagem neste teu belo espaço, escrito e imagem sempre em perfeitas combinações que sempre encantam, parabéns Ana pelas belas palavras a expressar teus sentimentos pensados!
    E como sempre, agradeço por tuas gentis visitas e comentários por lá, e, se venho por cá deixo sempre meu desejo que você e todos ao redor tenham intenso e feliz viver, abraços e até mais!

    ResponderEliminar
  8. Olá, Ana!
    Teu texto é uma boa reflexão sobre quanto o homem é instintivo no seu relacionamento com o próximo.
    O homem nasceu para ser livre de qualquer cárcere, até si próprio.

    Obrigado pela visita e comentário no meu link!

    Parabéns pela sabedoria!

    Abraços do novo amigo!

    ResponderEliminar
  9. vim retribuir seu beijo e dizer que és especial para mim

    ResponderEliminar
  10. Ana Costa

    Modernamente, a Escravatura não se assume por violência física visível; a nova escravatura é feita por atropelos a Leis que foram legítimas e o deixaram de ser por interesses que não são claros nem aceitáveis entre homens honestos.
    O nome Justiça deveria ser alterado (no seu sentido literal) para Honestidade e Bom Senso.
    Notável o teu grito.


    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Adorei o que vc escreveu...há muito sentimentalismo...e é forte o suficiente para nos levar a uma importante reflexão! parabéns
    Bjs
    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. Olá Ana, boa tarde!
    Venho agradecer a visita e o simpático comentário.

    Foi muito agradável conhecer este espaço e os teus belíssimos poemas!

    Gostei muito.

    Beijinhos e continuação de excelente semana!

    Mário

    ResponderEliminar
  13. É bem verdade Ana, que a escravidão não acabou. Vem de outra forma, mas existe e o silencio continua a ser "o silencio de muitos inocentes". Bravo pela escrita! Um alerta com toda a força de alma.
    Gostei muito
    Beijo de luar

    ResponderEliminar
  14. Há até pessoas que usam um poder ridículo que não presta para nada, para humilhar outras, para projectarem as suas frustações.
    Grato pelas suas visitas e comentários oportunos no Scorpion.
    Bjis
    J

    ResponderEliminar
  15. Olá Ana,
    Palavras fortes, que traçam o perfil dos homens através dos tempos.
    Estou seguindo aqui e convido-a para uma visita ao meu recanto.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  16. Infelizmente, esse é um domínio devastador. Venha ele de outrem ou de nós mesmos. Nada há mais precioso que a faculdade de optar, sem qualquer tipo de coação.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  17. Infelizmente o homem é o sue maior inimigo....
    Bj

    ResponderEliminar
  18. Oi Ana,
    tanto é verdade o que disse e de forma tão elegante, que o homem é o único ser vivo que aprisiona seu semelhante.
    Bom final de semana!

    ResponderEliminar
  19. Ana,comovente e bela poesia sobre a escravidão!Adorei te visitar!Bjs,

    ResponderEliminar
  20. Bom dia, Ana. Perfeito, adorei. Escravidão é um mal que atormenta a nossa alma, e faz com que ela definhe.
    A escravidão histórica é puramente desumana, sendo nos dias de hoje feita de uma forma velada, infelizmente.
    O emocional do ser humano é tão agredido que deixa marcas profundas em relação à sua dignidade.
    Todo cidadão tem de ser livre em todos os sentidos, sem correntes, sem mordaças.
    A liberdade é humana, e uma conquista do ser humano, um direito seu.
    Nos dias de hoje há quem queira retroceder e escravizar pessoas por interesses escusos, infelizmente.
    Digamos NÃO à essa violência bárbara.
    Parabéns, um beijo grande, e fique na paz!

    ResponderEliminar
  21. Olá Ana!

    A dominação imposta, funesta insensatez.

    Um abração e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  22. Olá Ana! Obrigada amiga pelo carinho sempre. Me deixa feliz! São palavras fortes... Escravisar é algo muito triste, más acho que ainda existe. Pensemos nisso! Muito bom ouvir Lendro e leonardo. Gosto muito dessa música! Bjos querida e bom domingo.

    ResponderEliminar
  23. Minha querida

    Infelizmente a escravidão continua a existir de diversas maneiras.
    Como sempre um texto muito profundo e verdadeiro.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  24. A escravidão enluta a alma de todos os homens.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  25. º°❤
    Olá, amiga!
    A escravidão nunca acabou só mudou de roupa.
    Boa semana!
    Beijinhos. º° ✿
    ♫° Minas
    ·.♪
    ❤♥

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde, querida amiga.

    A escravidão é imperdoável.
    Já melhorou muito, mas hoje podemos ainda constatá-la.

    Tenha um lindo domingo de paz.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  27. Belo texto...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  28. Muitos fazem parte daqueles que desfrutam do supérfluo enquanto um irmão necessitado prostra até morrer de fome e completamente abandonado, mas veem com o papo de que não é culpado do “sistema” funcionar assim, e acaba participando de um extermínio impiedoso.

    Nos recônditos de todos nós existe um demônio que precisa ser

    ResponderEliminar
  29. oi amiga, que delicia voar contigo lá no meu jardim, tenha uma linda semana recheada de poesias!

    ResponderEliminar
  30. ANA QUERIDA,
    DEPOIS DE LER ESSE PENSAMENTO, VOU SONHAR A SEMANA INTEIRA POR UM MUNDO MAIS JUSTO...
    QUE COISA MARAVILHOSA! PARABÉNS AMIGA!

    ResponderEliminar
  31. Olá Ana, que tudo permaneça bem contigo, sempre!

    Agradecido venho por cá me desculpar pelo esquecimento. Devo discordar quando diz ser ignorante, pois a ignorância está na banda de cá.
    Perdoe este amigo que esqueceu de deixar claro que basta salvar a imagem em uma pasta nas tuas imagens e depois você pode adicionar ao seu belo espaço tão bem elaborado. Pois é isso poetisa, e agradecido pelas visitas sempre tão gentis e elogiosas, e fico contente que tenha gostado, obrigado mesmo, e que você e todos ao redor tenham um intenso e feliz viver sempre repleto de amor saúde e paz, abraços e até mais!

    ResponderEliminar
  32. Oi, amiga Ana, estou seguindo você, te agradeço estar comigo lá, no meu cantinho*.
    O tema do post é forte, "a escravidão já era, mas deixou "marcas profundas nos brasileiros, gostei de um comentário: do Sol* da Esteva, muito bem colocado ...
    Amei o teu blog, e estarei sempre aqui te lendo*, serei mais uma...
    beijos da Mery*
    Boa semana pra ti!

    ResponderEliminar
  33. Lindo o seu blog. Belos poemas! Parabéns!
    Milton!

    ResponderEliminar
  34. Olá querida amiga, chegueiiii !!!

    Gostei muito da forma simples, intensa e profunda com que comparou o passado com nosso presente, numa situação que só muda de ferramentas e maneira de se apresentar, mas que continua, infelizmente presente em nosso mundo atual, o abuso de poder do homem sobre o homem, esta necessidade egocêntrica que ainda está longe de ser sanada e revertida... espero que um dia a consciência de cada um nos livre disso.

    Arrasou , como sempre !!
    Um beijão e boa semana !!

    ResponderEliminar
  35. Boa noite, querida amiga Ana Costa.

    Obrigada pela honra da sua visita e pelas belas palavras.

    Fique com Deus.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  36. Lindo pensar poético amiga. Beijos e ótima semana.

    ResponderEliminar
  37. Boa noite minha amiga, venho agradecer sua visita e desejar uma feliz noite para você, com sonhos e loucuras agradáveis!
    Que sejam verdadeiros
    Mas, nunca de terror
    Não sejam traiçoeiros
    Nem provoquem dissabor!

    Meigos e carinhosos
    Com sabor a loucura
    Beijos e abraços amorosos
    Nos lábios com doçura!

    Foi só uma rima sem graça
    Perdoa este mal educado
    No país da geração à rasca
    O meu nome é Eduardo.

    Será melhor eu ficar calado,
    Antes que mais verdades diga
    Nosso povo está a ser roubado
    De regresso à miséria antiga!

    Até amanhã se Deus quiser,
    Um beijo para você,amiga Ana Costa.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  38. Boa noite Ana!
    Passeando por aqui para matar saudades!
    Encontro aqui a visão de um retrato marcante!
    Um texto forte, que marca em vários sentidos.
    Parabéns! Um lindo começo de semana para você.
    Lembranças.
    Ange.

    ResponderEliminar
  39. Oi querida. as vezes continuamos escravos, escravos de nós mesmas de nossas cobranças, nossas crendices, nossas esquisitices...ou então somos escravizadas por sentimentos, por pensamentos que nos tiram a capacidade de tentar, de sonhar, de acreditar. Bjos.

    ResponderEliminar
  40. Ana, a saga continua. Os tempos mudam mas a ânsia de dominar existirá sempre.
    Adorei. Beijos com carinho

    Eu não sei porque razão
    Certos homens a meu ver
    Quanto mais pequenos são
    Maiores querem parecer.

    Este poeta tinha razão...

    ResponderEliminar
  41. Realmente, a escravidão ainda bem presente no país, agora em forma de favorecimento político, termina tornando nosso país refém da desigualdade. E que forma lindamente poética de se expressar, precisamos de mais pessoas como você, viu Ana? Bjos, até mais!

    ResponderEliminar
  42. @Simone Audrei
    Obrigada Simone, irei concerteza sempre que possa fazer-lhe uma vizitinha

    ResponderEliminar
  43. @Ricardo Miñana
    Olá Ricardo, obrigada pelas tuas gentis palavras

    ResponderEliminar
  44. @edumanes
    Bravos guerreiros que lutaram por uma causa, que concerteza não iremos perder!
    Obrigada amigo pelas tuas palavras

    ResponderEliminar
  45. @Nyce Pinto.
    Olá amiga, sabe que nem sempre a verdade é doce. Muitas vezes ela é bem amarga...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  46. @Rafael Castellar das Neves
    Obrigada Rafael, fico muito feliz com o seu comentário!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  47. @Eloah
    Que a sua estadia por aqui seja muito longa amiga!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  48. @Sotnas
    Meu amigo os seus comentários no meu espaço são sempre uma grande honra para mim, pela análise profunda que faz a cada tema postado.
    Este foi mais um!Obrigada.
    Beijo amigo

    ResponderEliminar
  49. @Bento Sales
    É Bento, penso que o homem não soube tirar partido da riqueza que lhe foi dada, e certos homens quiseram essa riqueza só pra si...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  50. @SOL da Esteva
    Sol o que eu penso é que o homem usa a propria evolução para também evoluir na sofisticação dos meios empregues...
    Um beijo amigo

    ResponderEliminar
  51. @Simone butterfly
    Beijo grande minha querida, você também é especial para mim!!!

    ResponderEliminar
  52. @Marli Carmen
    Obrigada Marli são estes comentários que nos animam, e nos fazem continuar postando!
    Um beijo lindo para você

    ResponderEliminar
  53. @Mário Margaride
    Muito obrigada Mário a tua visita também me deu um grande prazer!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  54. @luar perdido
    Agora é mais requintada, mais soft, mais dissimulada...!!!
    Beijo amiga

    ResponderEliminar
  55. @Jorge
    Concordo contigo Jorge, tem que ser gente que se sente muito frustrada, pois quem se sinta feliz consigo próprio não precisa de usar o mal contra o seu semelhante...
    Um beijo amigo

    ResponderEliminar
  56. Volto sempre com gosto...

    a Faro...

    Bjsss

    ResponderEliminar
  57. A força das suas palavras arrancaram suspiros em mim...
    Ana aos poucos estou voltando com as postagens em meu blog, e espero estar sempre perto das pessoas que fazem diferença em minha vida. E você com toda certeza é uma delas!
    Um abraço carinhoso

    ResponderEliminar
  58. Um gosto estar neste seu blogue.
    Voltarei, sempre que possível.
    Bj.
    Irene

    ResponderEliminar
  59. Todo amor verte de Deus. No fundo, todo consolo que você recebe deriva das mãos de Deus.
    Nada lhe chega de forma diferente, mesmo quando vem pelos outros. Na ajuda, o ajudador é o mais beneficiado.
    A energia amorosa, que expande, passa primeiro por ele antes de atingir o objetivo.
    Por isso, quando você ajudar alguém, não se orgulhe. Lembre-se de que Deus é que lhe dá essa oportunidade.
    Agradeça a Ele por isto. Faça o auxiliado saber que tudo o que recebe lhe veio de Deus. "...
    Hoje pesso que leia minha postagem por favor.
    Tem um mimo de Natal na lateral do blog caso você goste foi feito com enorme carinho para você.
    Uma linda quinta beijos no coração.
    Evanir

    ResponderEliminar
  60. Estamos a poucos dias do Natal esse dia especial que vemos passar por nós
    incansavelmente ao longo de toda a vida.
    vamos abrir as portas dar ao Menino Deus as boas vindas ao aniversáriante.
    Um Feliz Natal ..Paz Amor E Luz De Jesus.
    Obrigada por estar presente na minha vida no decorrer desse ano que breve chegara ao final.
    Deus permita que nossa amizade seja iluminada pelo menino Jesus.
    Um dia lindo.
    Um Natal De Felicidade Para Você Familia E Amigos.
    Beijos ternos e carinhosos.
    Evanir.
    Tem um presente de Natal no blog se gostar esta a seu dispor.

    ResponderEliminar
  61. Ana. Texto perfeito em todos os aspectos!

    De reflexão mesmo.

    Vc não quer participar com um texto seu ou outro que goste,mesmo não sendo de sua autoria?

    Exemplo: Como deu a volta por cima,como saiu de algum problema que a afligia,etc..

    Beijinhos e lindo fim de semana


    Dryka

    http://www.suasenossas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar

Obrigada por deixar o seu comentário, pois isso só veio enriquecer este espaço