51

Perdoar é esquecer?

perdoar e esquecer é possível?
Perdoar:
Conceder perdão; absolver; desculpar; poupar.

Refletindo sobre esta palavra, uma dúvida surgiu no meu espírito:
Quem perdoa esquece?(...)

"Perdoas-me", "ou perdou-te mas não consigo esquecer", são palavras  e frases que estamos constantemente ouvindo. Fazem parte do nosso quotidiano.
Dizemo-las e ouvimos dizê-las, muitas vezes sem termos consciência do verdadeiro significado de que se revestem.
Mas a verdadeira essência da palavra perdoar, será que conseguimos atingi-la?
Uma pessoa que não esquece, perdoa de verdade, ou a mágoa prevalecente não a deixa fazê-lo?
O ser humano reveste-se de sentimentos tão puros ao ponto de perdoar e esquecer mesmo?
E, de uma maneira persistente, a pergunta aflora à minha mente: mesmo quando a dor provocada é difícil de suportar, quem perdoa esquece?
Sinceramente...? Eu não sei.
Digam-me vocês.
anacosta




51 comentários:

  1. Oi Ana,
    Acredito sim que existem pessoas que perdoam verdadeiramente sem guardar mágoas ou rancor. Penso assim porque acredito que existem pessoas de natureza boa e pessoas de natureza má.
    Pessoas de natureza boa, perdoam, esquecem, não fazem conta, relevam.
    Quando envolve sentimentos, a coisa complica, não é nada fácil! Um abraço, uma ótima tarde.

    Ivana - Reserva de Emoções

    ResponderEliminar
  2. Eu também não sei a resposta, amiga Ana costa. O tema é polêmico.
    Um abração. Tenhas um lindo dia.

    ResponderEliminar
  3. Perdoar dizer não basta
    É preciso ter sinceridade
    Com promessas engana
    Que podem roubar a liberdade!
    Minha amiga obrigado
    Pela sua amável visita
    Agradeço por ter gostado
    Daquela minha escrita.
    A mulher fica furiosa
    Quando está a ser traída
    O seu amor com uma magana
    Que a deixa muito ferida.

    Um beijo
    Eduardo

    ResponderEliminar
  4. Sou daquelas pessoas que perdoa e o afirma. Mas também pertenço ao rol que não esquece. Não vejo contradição nisso. Eu me lembro, para não incorrer nos mesmos erros. Mas não guardo mágoa. Somos todos tão frágeis! Sujeitos a atos inconsequentes, que vão, também, implorar pelo perdão de outrem.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Perdoar não é esquecer.
    Perdoar é amar alguém mesmo sabendo que esta pessoa não é perfeita. Mas você esta mais próximo disso, por aceita-lo assim.

    ResponderEliminar
  6. Na minha humilde opiniao, perdoar nao e necessariamente esquecer, esta mais para conseguir ver sem senti dor.

    Um abraco!

    ResponderEliminar
  7. Olá Ana, o facto de perdoar não quer dizer que consiga esquecer. Onde quer que veja essa pessoa vai sempre lembrar-se da mágoa. Um dia alguém me disse que, se eu não esqueçi é porque não perdoei...para mim é assim... perdoo, mas não esqueço. Tenho é o cuidado de não julgar. Existem mágoas na vida que nunca se esquecem...apenas ficam adormecidas. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  8. Eu diria que perdoar é difícil, porque as pessoas pensam em que perdoar seria esquecer... o fato é que nunca iremos esquecer o que ocorreu, mas a partir do momento que perdoamos algo ou alguém, não é levar em consideração que iremos esquecer o que muitos querem, e sim esquecer o que foi dito, limpar seu coração das feridas, da mágoa, do ódio e que um dia vc possa lembrar o que acontece e sentir que em seu coração não ficou nenhum resquício de nada, sem mágoas, ressentimentos, ódio, feridas...

    eu passei por essa transformação...eu guardava rancor, odio e queria vingança a todo custo, eu não conseguia perdoar e gerava em mim vingança pelo ocorrido, pelas feridas...isso me fazia mal, até que Deus permitiu que eu entrasse num profundo colapso comigo mesmo e entendesse que o que ocorreu , jamais iria ser apagado, mas que eu poderia enxergar de forma diferente e ser uma nova pessoa e caminhar de cabeça erguida, que eu entendesse que o perdão não é esquecer e sim perdoar o que ocorreu (a pessoa), liberar perdão do meu coração.. foi uma fase bastante trabalhada em meus sentimentos... hoje depois de 4 anos, refiz minha vida, meu relacionamento, ganhei uma nova família, esquecer, não esqueci, mas não guardo o sentimento da raiva, da vingança, do ódio, me sinto em paz, mesmo quando lembro ou comento o que aconteceu.
    o Perdão não vem por esquecer é sim por entender, aceitar e perdoar do fundo do coração - liberar perdão - faz bem ao nosso coração, mente e alma.nos renovamos, crescemos em sabedoria e entendimento.

    Abraços
    Giovanna

    ResponderEliminar
  9. Oi Ana, vim retribuir a visita, gostei do seu blog, quanto ao perdão, eu como todos ai de cima não sei responder... Seguindo^^

    Abraços | Fernando

    http://nerdliterario.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. Perdoo porque preciso, não porque o outro mereça.

    Será? rss

    à bem da verdade acho que o ato de perdoar não é uma decisão, é um acontecimento.

    ResponderEliminar
  11. Esse seu post é para mim muito forte e reflexivo! pois para mim estou passando por um momento delicado, e fico perguntando perdoar ou não?
    Acredito que devemos perdoar, para não ficar com aquele sentimento negativo dentro de nós! Mas confesso que é muito dificíl e dolorido! beijos de luz!

    ResponderEliminar
  12. Olá querida !!!

    Esta é uma reflexão que sempre me vem à mente !
    Como tenho dificuldade de esquecer, acredito que na verdade, não perdôo... Porque na minha concepção, quando perdoamos verdadeiramente, deixamos a questão pra trás, como se não tivesse acontecido e seguimos com o coração limpo e aberto , já quando não conseguimos esquecer, acho difícil o perdão ser verdadeiro...porque afinal, aquilo estará vivo em nossa lembrança e me parece como uma bomba relógio que poderá explodir a qualquer momento...
    Mas isso é só minha humilde opinião :)

    Um beijão e bom fim de semana !!

    ResponderEliminar
  13. Perdoar é importante, pois quando isso não acontece as mágoas ficam ferindo e acabam trazendo números transtornos inclusive para a própria saúde.
    O que é perdoar: Não é esquecer o fato ocorrido, mas lembrá-lo sem ressentimento, sem mágoas, sabendo que todos pode errar de uma forma ou de outra e se fôssemos nós que tivéssemos errados gostaríamos que assim agissem conosco.
    Um beijo e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  14. Olá Ana!

    O perdão liberta. O não esquecimento, prende, conserva uma ligação daninha que impede a completude do perdoar.

    Um abração e bom final de semana.

    ResponderEliminar
  15. Boa noite Ana! Eu entendo que o perdão verdadeiro se faz acompanhar de todo esquecimento que seja possível, engraçado é que conseguimos entender...será que conseguimos vivenciar? Estou na luta, grande desáfio esse "PERDOAR"!Já consegui perdoar, algumas vezes...Obrigada pela visita e comentário, é verdade faz falta "o pai" na extensão...mas tenho certeza a separação é temporária!
    Um grande abraço e muita luz!

    ResponderEliminar
  16. Olá Ana,
    Estou vindo pela primeira vez aqui e já estou ficando. Gostei muito deste espaço. Os temas me interessam e já estou te seguindo.
    Gostaria que vc conhecesse meu blog. Espero que goste. Quanto ao seu texto, penso que quem perdoa, pode ou não esquecer. Porém, se lembrar, não é com aquela raiva ou mágoa que ficou lá dentro do coração. A lembrança não traria desconforto. O ideal, sob o meu ponto de vista, seria esquecer completamente. Acho que seria o ideal. Eu consigo fazer isto. Se vc for ao meu espaço, entenderá o porque.
    Desejo um ótimo final de semana.
    Beijos,
    Maria Paraguassu.

    ResponderEliminar
  17. Minha querida

    Por vezes perdoamos mas não esquecemos...mesmo que fique num cantinho muito pequeno...fica no fundo de nós.

    Deixo um beijinho com carinho e desejo um bom fim de semana.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  18. Ana para mim perdoar não significa esquecer, pois se a magoa tiver sido muita, dificilmente se esquece.
    Amiga deixei no meu cantinho um miminho especial, por me acompanhar na estrada da vida e porque seu cantinho é ESPECIAL, um espaço onde a qualidade e o bom gosto estão sempre presentes em todos os posts.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  19. Ana, boa tarde!
    Uma pergunta pertinente você se faz aqui Ana!
    Algum tempo atrás encontrei-me perdida neste labirinto do esquecer e perdoar.
    Poucas semanas passadas escrevi uma crónica (PERDOAR ---O QUE ISTO SIGNIFICA) expressando este complexo sentimento envolvendo o perdão.
    Achei muito interessante a visão dos colegas leitores nos comentários deixados.
    Eu pessoalmente encontro o mesmo um sentimento difícil de lidar.
    Um lindo fim-de-semana para você Ana!
    Lembranças.
    Ange.

    ResponderEliminar
  20. Olá Ana. È uma bela pergunta! Será que esquece? Não há libertação sem perdão! È difícil, más não impossivel. Desejo um ótimo fim de semana! Bjos no seu coração.

    ResponderEliminar
  21. As perguntas sáo sempre boas.

    As respostas, por vezes

    é que são difíceis!

    Bjsss

    ResponderEliminar
  22. Uma cama amarrotada pela passagem do amor
    Lençóis que aprisionam o calor
    Suspiros espalhados pelo chão
    Uma imagem santificada sustenta o louvor

    Uma pecadora ungida pela chuva
    A sorte e a morte em bravata eterna
    As ave marias que uma boca vomita
    Para no céu ser, clemente a sua pena

    Já não há xailes negros na ilha
    Já ninguém liga a agoiros
    O mar continua açoitar a costa
    Deixando despojos, tesouros

    Bom domingo

    Terno beijo

    ResponderEliminar
  23. Ana minha linda, eu sinto-me uma pessoa capaz de muita coisa na vida e, todos os dia mesmo eu achando que tem gente pior e melhor do que eu ainda assim peço sempre todas as noites. Senhor faz de mim um ser melhor, mas sinceramente o meu coração não tem rancores mas sim magoas, perdão eu dou todos os dia, mas a minha mente não esquece nunca daquilo que me fazem, pois se eu esquecer eu talvez fosse uma pessoa doente de Alzheimer te desejo tudo de bom na vida, pois tudo aquilo que damos recebemos sempre em dobro, beijinhos de luz e muita paz na sua vida.

    ResponderEliminar
  24. A resposta é _ "Não"! Sei disso por experiência própria.

    Beijo

    ResponderEliminar
  25. Ana

    Respondo do fundo do coração.
    Consegue-se perdoar no verdadeiro sentido da palavra.
    Esquecer é impossível, agora no recordar sem mágoa está o verdadeiro sentido do perdão.
    Digo eu que já o fiz em relação a alguém que muito me fez sofrer. Hoje faz parte dum passado muito bem resolvido. Foi um trabalho interno muito intenso, levou tempo mas valeu a pena.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. Bom dia, Ana. Sinceramente, eu acho essa questão delicadíssima, até mesmo por experiência própria.
    Que as pessoas pensem diferente uma das outras, já sabemos.
    Eu costumo dizer que sou uma pessoa que não guarda mágoa, que posso ficar durante um tempo(seja curto ou longo)magoada, porém depois passa.
    Ocorreu um fato verídico e sério comigo onde eu não estava errada, e sofri humilhações e suportei quieta, até mesmo pois a pessoa que me ofendera está doente.
    Como sou humana, fiquei muito chateada, magoada mesmo, irritada, e como não podia descontar nela, descontei em alguém muito próximo a ela, para eu não adoecer calando.
    Fiquei dividida, achando que havia esquecido de tudo quando uma vez ela me chamou à sua casa.
    Fui, e conversamos normalmente, somente falando poucas coisas do acontecido.
    Eu ACHEI que tivesse perdoado, devido à boa convivência, mas fiquei extremamente dividida, e percebi que não estava com o meu coração totalmente puro, logo, não teria como perdoar.
    Hoje, ainda fico assim, ora sinto raiva de lembrar toda a injustiça pela qual passei, e outras pessoas também, e não achar que tudo o que ela fala tenha um duplo sentido.
    Ora dá vontade de perguntar sobre ela, sua saúde, enfim, penso se não estou sendo egoísta, se não teria condições de deixar o passado para trás.
    Te afirmo, que ainda que o meu coração perdoe, sei que não esquecerei as cenas pelas quais passei, principalmente não tendo feito nada a ela.
    Se eu estivesse errada, eu assumiria sem problema nenhum, pois não sou mulher que não assume o que faz.
    Eu fiz um poema chamado "PERDÃO", que está postado, gostaria que lesse e deixasse o seu comentário. Ele não está em evidência,mas é somente procurar por ele.Talvez você me entenda um pouco mais.Ele foi feito para essa pessoa.
    Tomei o seu tempo, e quase não te respondi.Enfim, creio que mesmo perdoando as marcas ficam, ou será que ficam pois não houve perdão real?
    É difícil esquecer, por mais que se queira, é um filme que insiste em não sair de cartaz na nossa mente.Quando a situação é mais leve, fica mais fácil de assistirmos a outro filme. Não sou hipócrita, mesmo dividida, sou fiel ao que sinto no momento.
    Uma questão maravilhosa a que você levantou.
    Parabéns!
    Um beijo grande, e tenha uma abençoada semana.

    OBS:LEIA O POEMA QUE CITEI, E DIGA-ME O QUE ACHOU!
    Beijos, amada poetisa e amiga generosa.

    ResponderEliminar
  27. Olá Patrícia, foi precisamente a dificuldade do tema que me levou a postá-lo.
    Ao mesmo tempo, apesar de nós termos uma opinião formada, gostamos de ouvir o que pensam as pessoas que nos são próximas.
    Como é obvio não vou por aqui o que penso sobre o assunto pois creio que isso iria de alguma maneira condicionar algumas opiniões.
    Fico muito contente que tenha respondido à questão minha amiga e vou de certeza comentar o seu poema.
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  28. @Anónimo
    Minha querida Ivana fico tão contente que pense assim!
    Isso é acreditar na alma beleza da humana! Oxalá a vida nunca a desiluda minha amiga
    Beijo muito carinhoso

    ResponderEliminar
  29. @Dilmar Gomes
    Eu sei meu amigo daí um interesse ainda maior em trazê-lo para discussão...
    Beijo pela sua contribuição

    ResponderEliminar
  30. @edumanes
    Eduardo você é fantástico, até me faz matar saudades do "magana"!!!
    Há quanto tempo meu Deus do céu eu não ouvia isto!!!
    Beijo amigo

    ResponderEliminar
  31. @MARILENE
    Esse é o reverso da medalha a que estamos sujeitos, pois ao não esquecer/perdoar, como criaturas imperfeitas que somos arriscamo-nos a estar, mais cedo ou mais tarde do outro lado também àa espera do perdão/esquecimento
    Beijo amiga e obrigada pela sua opinião

    ResponderEliminar
  32. @tutuizord
    Mas eu continuo amando a pessoa, independentemente do facto de perdoar e esquecer, ou perdoar sem esquecer...não
    Beijo

    ResponderEliminar
  33. @Will
    Olá Will, ao perdoar eu alivio a minha dor...
    Mas não consigo esquecer, permanece lá bem no fundo... é isso não é...
    Beijo amigo pela sua opinião

    ResponderEliminar
  34. @rosa-branca
    É minha amiga como encarar esse alguem sem lembrar?...
    Julgar é missão que só a Deus pertence.
    Mas esquecer...
    Um carinhoso beijo minha amiga

    ResponderEliminar
  35. @Giovanna
    Minha amiga se bem entendi, não é propriamente o esquecer após o perdão, mas sim o limpar o coração de toda a mágoa que tenha ficado certo?
    Beijinho minha amiga e obrigada pelas suas lindas palavras

    ResponderEliminar
  36. @BlueShell
    Rápida, concisa e honesta!
    Amei, parabéns pois isso é coragem!
    Obrigada amiga e um beijo

    ResponderEliminar
  37. Ana, perdoar para mim, não pressupõe esquecer!
    Como esquecer quando alguém tira a vida de um ente querido? Um filho, um irmão, um pai...
    Confesso que nessa situação não sei se perdoaria no sentido de esquecer...
    O Todo Poderoso, Ele sim!
    Pois o Cristo em sua agonia dizia: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem"
    Acredito que a maior virtude do perdão seria perdoar um algoz, tendo em mente que este lhe roubou seu bem mais precioso, e mesmo assim o entender...?
    Um texto para refletir. Um abraço, seja bem vinda.

    ResponderEliminar
  38. Antes de perdoar o outro, é preciso aprender a perdoar a si mesmo. Quando conseguimos entender o que se passa conosco, ver no nosso interior nossos medos e fracassos, nossa capacidade de errar e aprender com nossos erros, nossa capacidade de nos amar mesmo com nossos defeitos, aí sim, estamos preparados a perdoar o próximo, pois ele...é nossos reflexo! Escrevi sobre isso no poema "perdão" http://asasdailusao.blogspot.com/2011/08/perdao.html

    Ótimas reflexões! Bjs de luz no coração! Namastê!

    ResponderEliminar
  39. Por mais difícil que seja, perdoar é aliviar a alma, é se sentir bem mais leve...beijos de bom dia pra ti minha amiga...

    p.s. meu blog com atualização diária é o Livro dos Dias www.olivrodosdiasdois.blogspot.com , o Ultimo Barco onde você visitou, tem atualização 2 vezes por semana,na segunda e na sexta feira...beijos.

    ResponderEliminar
  40. Oi Ana, esse perdoar é muito relativo e depende muito de cada um.
    Na minha visão, quando precisamos perdoar é porque nos ofendemos muito e porque nos ofendemos? porque as pessoas não supriram nossas expectativas, mas as expectativas são nossas e não da pessoa.
    As pessoas são como são e não como gostaríamos que elas fossem.
    Quando compreendemos que cada um pensa de um jeito e passamos a aceitar isso, não precisamos perdoar, porque não nos magoamos por serem como são.
    Se alguém me ofende ou faz algo que eu não gosto, simplesmente procuro analisar como essa pessoa pensa, se não consigo, entendo que ela fez o que achou certo e que deu o que tinha.
    Até escrevi um texto sobre perdão, tinha outros pra postar na frente, mas acho que vou postá-lo na quinta feira.
    Quem perdoa mas não esquece continua se sentindo ofendido, e eu quando não gosto da maneira de agir da pessoa simplesmente me afasto, mas não fico remoendo, viro a página e sigo em frente, se ela quiser continuar sendo minha amiga tá bom, se não quiser tá bom também rsss
    Procuro sempre me relacionar com pessoas que pensam pelo menos parecido comigo, do contra´rio tenho conhecidos que rola um relacionamento legal, mas não algo profundo.
    Vixe, falei demais, mas é isso, eu penso muito diferente da maioria das pessoas...
    Beijos em teu coração!

    ResponderEliminar
  41. @♫*Isa Mar
    Isa minha amiga, se há coisa que tem que ser respeitada é a opinião de cada pessoa.
    Este tema tinha como finalidade mesmo que cada um se sentisse à vontade para expô-la, ao mesmo tempo que muitos se calhar pararam para refletir sobre isso.
    Fico muito contente que tenha posto aqui a sua
    Um beijinho minha amiga

    ResponderEliminar
  42. @Everson Russo
    Quando perdoamos o nosso coração fica mais leve.
    Beijo grande meu amigo

    ResponderEliminar
  43. @Claudia Anahí
    Gostei muito da reflexão que fez a propósito do tema e devo reconhecer que está cheia de razão.
    Quantas pessoas, se olhassem primeiro para elas antes de fazer qualquer julgamento seriam bem mais condescendentes
    Um Beijo

    ResponderEliminar
  44. @Antônio Lídio Gomes
    Obrigada pela sua resposta António, mas penso que conseguio que as suas questões fossem ainda mais pertinentes que as minhas!
    Essas sim são situações às quais eu com quase toda a certeza diria NÃO!
    Um abraço amigo e volte sempre

    ResponderEliminar
  45. Olá Ana! Acredito que podemos perdoar, mas há coisas que não podemos esquecer. Particularmente se tivesse que dar meu perdão a alguém por alguma falta grave, perdoaria e tentaria esquecer, seguir com minha vida, mas talvez não quisesse mais ter contato com a pessoa. Esse tema é delicado, né!
    Saudades daqui... Ando sumida!
    Obrigado pela visita e espero que participe do sorteio e pegue o selinho comemorativo do blog!
    Um hiper beijo pra ti!!!!!!! E com certeza que venham mais 10 anos... rsrsrsrs
    Bye
    Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  46. Ana, tenho uma visão muito pessoal do assunto. Talvez seja até um pouco radical minha postura. Mas a verdade é que eu não acredito muito em palavras. Quer se desculpar de algo comigo, mostre atitude, palavras são promessas, eu acho. Abraço, linda! E muito obrigado por sua atenção e apoio!

    ResponderEliminar
  47. A meu ver este “esquecer” é apenas simbólico, porque ninguém pode passar uma borracha na sua própria memória sobre algo sucedido no passado. Pois o verdadeiro significado tem a ver com, se nosso “nível” de consideração por alguém se manteria igual, após alguém nos ofender ou trair, a verdadeira questão seria:
    - Será que nós podemos voltar a ter o mesmo nível de consideração por alguém após ela nos trair ou ofender?
    - A minha resposta pessoal é sim, seria capaz de perdoar, pois o perdão é algo que transcende a compreensão humana, aparentemente para lá do racional, mas é algo que nos separa dos instintos básicos dos animais e nos aproxima das coisas de Deus.

    ResponderEliminar
  48. Posso dizer querida, que algumas vezes se esquece sim e outras não. Mas se ao lembrar ainda doer é pq de fato não perdoou. Quando há dor ainda há mágoa e tristeza e esse papo de perdoar mas longe de mim é bla bla bla. Quem perdoa não cobra, não joga na cara, somente se põe no lugar do outro e tem mais cuidado da próxima vez.

    ResponderEliminar
  49. Ana,um texto maravilhoso e bem reflexivo!O perdão tem que ser do coração e, assim sendo, não se lembra mais com mágoa do motivo que foi ofendido!É isso que penso!Bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  50. Concordo totalmente com Will....bjs

    ResponderEliminar
  51. Vamos nos unir a cada Dia um pouco mais
    estreitando nossos laços de amizade em longos
    abraços.
    Vamor fazer a diferença na vida de muitos
    que esperam com ansiedade uma palavra de amor e esperança.
    Vamos levar a paz onde persisitir a desunião.
    Vamos fazer uma prece para Deus pois desejamos
    um mundo melhor .
    Embora a própria humanidade perderam as esperanças
    e muitos já não sabe onde ficou sua fé.
    Que seu final de semana seja felicidade suprema.
    Que nossa amizade atravesse fronteiras levando amor.
    Beijos no coração.
    Evanir.
    Um Feliz Natal

    ResponderEliminar

Obrigada por deixar o seu comentário, pois isso só veio enriquecer este espaço