43

Retrato de um amanhã

mulher cansada, triste, velha e solitária

Na boca...um feio esgar... que outrora... foi um sorriso... olhos vítrios... cansados de tanto olhar... na procura do paraíso... mãos gretadas...
gastas e feias... mãos... que o tempo não poupou... Braços...que o tempo cansou... seios gordos...flácidos e caídos... por um dar de mamar constante... ventre...que um dia foi liso... hoje...grande...disforme...repugnante... corre-lhe nas veias...o nauseabundo sangue...
no ar...cheiro fétido de um corpo morto/vivo...
arrastando-se na longa procura...
de um fim.... para o seu longo exílio...
anacosta





43 comentários:

  1. Vida!... A avida nos faz caminhar e lá na frente, as marcas no corpo aparecem mostrando tudo que se passou...
    Fiquei emocionado...
    Um grande abraço,
    Élys.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada Élys fico muito feliz que tenha gostado!
      Obrigada

      Eliminar
  2. Ana, muito lindo seu poema!
    Fico feliz que tenhas voltado. A vida é assim, nos prega peças... mas temos que seguir em frente com força e fé.

    Um beijo grande e seja bem-vinda!! XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. è verdade amiga!
      A vida não se compadece segue o seu rumo, causando os seus estragos...
      beijo amiga

      Eliminar
  3. Olá, Ana. Estava com saudades! Muito bom ter vc de volta. Um texto profundo! Assim caminha todos nós. Bom fim de semana! Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida também estava desejosa por poder regressar...
      Beijo grande e um bom fim de semana

      Eliminar
  4. Olá, Ana.

    Bom retorno. Os caprichos do tempo e o inconter a vida, marcam a veste física. Mas chega o dia em que despimos o corpo gasto e nos vestimos de infinito.

    Um abração e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada mais verdadeiro...
      As suas palavras refletem todo o conteúdo que tentei inserir no meu texto...
      muito obrigada e um beijo

      Eliminar
  5. O declinar da vida, a reta final pode ser bem dificil.
    Boa semana
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como qualquer final que não desejamos...
      beijo amiga

      Eliminar
  6. Olá Ana, realmente o corpo vai se desgastando, importante é entendemos que, o que é verdadeiro e imortal nunca envelhece... Que possamos conservar a beleza e a jovialidade da alma! Linda mensagem e grande reflexão amiga! Feliz finalzinho de domingo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida
      realmente é importante que num momento em que aquilo que é matéria se perde através dos anos que fique a pureza e a juventude da alma....
      beijo amiga

      Eliminar
  7. Olá poetisa, e que tudo permaneça bem contigo!

    Assim é a trajetória humana, este corpo que o espírito carrega anos a fio é como a roupa que usamos, o tempo deixa as marcas, assim como em nosso corpo, em cada esgar, ou em cada dobra da flácida pele estão escritos nossos momentos neste viver. Parabéns pelo retorno com este escrito bem ao teu sensível estilo de versar, sempre com palavras de intenso sentir!
    Gostei também da imagem, deveras intensa a face da senhora que expressam as marcas do inclemente tempo!
    E por tuas visitas e gentis comentários eu deveras agradecido por cá passo e deixo meu desejo que você tenha em teu viver a intensa felicidade, grande abraço e até mais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sempre gentil meu amigo, mas ainda bem que gostaste, fico feliz que assim seja e vejo que sobretudo percebeste aquilo que eu queria transmitir...
      beijo amigo

      Eliminar
  8. Nem mais Ana! Estás na mesma linha que eu... recuso-me a aceitar que me roubem os sonhos, que me roubem a vida. Começo a pensar que tudo isto foi planeado. Até o sorriso nos tentam apanhar... O sonho é também um tipo de consciência viva que nos alimenta....gostei do teu poema!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!! fico muito feliz quando os amigos/as gostam...
      muito obrigada e um beijo

      Eliminar
  9. OI ANA!
    QUANDO O FARDO SE TORNA PESADO DEMAIS,O CORPO SE CURVA,O ROSTO SE ENRUGA E OS OLHOS PERDEM O BRILHO, NUMA TRISTEZA INFINITA,Á ESPERA DO DESCANSO QUE PODE DEMORAR, TORNANDO A EXISTÊNCIA UM PESADELO...
    LINDO DEMAIS TEU TEXTO.
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  10. é verdade amiga infelizmente esses são traços que marcam a realidade de cada um de nós
    Uns mais profundos, outros não tanto...
    Um beijo amiga

    ResponderEliminar
  11. Olá querida Ana que bom voltar a revela"ente".
    Realmente este texto está profundamente emocionante, é o verdadeiro caminho dos seguem em frente, eu tantas e tantas vezes que tentei ficar pelo caminho, mas nunca acertei nem com o mais forte dos venenos, mas só Deus sabe o que ainda me vai calhar, qual será a minha sorte... se sigo se fico.
    Beijinhos meu amor e volte sempre, eu sempre responderei.
    Beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá minha amiga obrigada pelas suas palavras e por estar de novo com você
      As incertezas da vida deixam-nos muitas vezes com uma angústia que seja a ser insuportável, mas há que acreditar no amanhã...
      Beijo grande

      Eliminar
  12. Minha querida

    Que bom estares de volta, tinha saudades de te ler e te sentir aqui.
    O texto como sempre muito profundo de uma etapa da vida que todos temos que enfrentar, mas muito triste.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amiga, eu também já sentia a falta dos amigos...
      Pois é amiga a vida não é só cor de rosa apesar de nós às vezes o esquecer-mos...
      Beijo grande

      Eliminar
  13. Emocionante o que diz e tanta verdade emana de suas palavras.

    Mas o Espírito quando se liberta toma a forma inicial e deixa ficar a terrível transformação que se dá na terra.
    Mas até lá, se sofre muito...

    Gostei de a encontrar! Escrevo poesia e tenho blogs de prosa-poética e vou andando por aqui e por ali e encontro sempre alguém de quem gosto!

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  14. muito obrigada pela visita e pelas bonitas palavras
    ficamos sempre contentes quando alguem nos vem visitar e acaba gostando
    Já fiz uma visita ao seu espaço, do qual também gostei muito...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  15. Olá Ana,
    Imagem impressionante e poema avassalador, um retrato da vida e do desgaste com que ela nos vai certificando.
    Temos que aprender a envelhecer, aprender a aceitar a "vinda da idade".
    Bom mesmo é reencontrá-la de novo.
    Um abraço,
    J

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá meu amigo prazer em reverte!!!
      Penso que por muito que nos preparemos é sempre complicado aceitar o fim de uma estrada...
      Um abraço

      Eliminar
  16. Obrigada pela visita, agora não te perco mais te salvei entre os preferidos.....srsrsr. Lindo dia!

    Na face cansada e enrugada, anos de experiência pena que pra muitos passa desapercebido um olhar sofrido.

    ResponderEliminar
  17. anos de vida intensa, canceira, privações...
    retratos de um amanhã...
    Beijo amiga

    ResponderEliminar
  18. Imensa intensidade nas palavras!
    Gostei bastante.

    ResponderEliminar
  19. Obrigada Paulo fico feliz que tenha gostado...
    um abraço

    ResponderEliminar
  20. Ana, a vida é uma passagem. As marcas do tempo no corpo são inevitáveis. Importante é que tenhamos sido dignos e que saibamos aceitar o caminhar para o inevitavel fim de forma tranquila, e com o sentido de dever cumprido, de modo a que deixemos testemunho a quem fica. À parte disto, há muito sofrimento... e esse seria muito bom se pudessemos ter uma formula para o evitar. Restará o espirito e finalmente a Paz.

    Belissimo texto.
    beijinho
    cvb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. palavras sábias sem dúvida.
      Por muito que as pessoas falem que o fim é algo esperado, que temos que estar preparados etc, etc, etc, nem todos/as conseguem aceitar com paz essa transição...
      Mas usando as tuas palavras " restará o espirito e finalmente a paz"...
      Beijo minha amiga

      Eliminar
  21. Olá, minha amiga linda!
    Vim ler seus poemas maravilhosos. Você é demais!
    Parabéns!!!
    Que deus conserve sempre o seu talento.
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... olha quem fala!!! A minha querida escritora...!!!
      De qualquer maneira obrigada pelo seu carinho
      Um beijo muito lindo e um não menos lindo final de semana

      Eliminar
  22. Olá querida amiga virtual, como vai? Fiquei super feliz em recebê-la novamente lá no blog, sua presença é sempre muito bem vinda!! :)

    Desculpe a demora maior do que o normal, é que estive fora da cidade visitando a família que mora longe por vários dias e na volta, acabou aparecendo um caroço em meu pulso que está dificultando um pouco digitar... Mas devagarinho eu vou visitando os amigos :)

    Sabe, apesar de não ser idosa, tenho meus 37 anos, às vezes me pego assim, cansada, percebendo com tristeza as mudanças do corpo... e lembro-me da minha avó que no fim da vida entrou em depressão... espero ter forças para ter uma velhice saudável e encarar tudo com naturalidade, mas não é fácil não. Muito emocionante sua postagem, adorei!

    Um enorme beijossssssssssssssss!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi amiga, em primeiro lugar deixa-me dizer que fiquei apreensiva quanto a essa coisa do caroço... vamos pedir a Deus que nada seja de importante...
      Tem razão amiga envelhecer devia ser um processo, uma consequência natural de vida, o fim de um percurso... mas nem todos têm estrutura psicológica para assim o entender...
      Fico contente que tenhas gostado
      Um beijo grande e as melhoras

      Eliminar
  23. Minha querida

    Passando para agradecer a visita carinhosa e deixar o meu beijinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. beijo grande amiga e um lindo fim de semana

      Eliminar
  24. Respostas
    1. vidas tão cheias de sofrimento, trabalho, privações...
      Obrigada por gostar
      Um abraço

      Eliminar
  25. Como disse Mario Quintana, só o relógio não se cansa de ver o passar das horas. Para nós, deixam, em cada volta, a marca do tempo. Muito lindo! Bjs.

    ResponderEliminar
  26. É verdade amiga, uma marca que pode ser suave...ou não!!
    bj

    ResponderEliminar
  27. Essa infelizmente é a nossa realidade, o tempo não espera, Ana tem post novo lá no blog estrela da manhã segue o link abaixo, beijos.
    Links:

    Estrela da Manhã

    Divulgue seu blog no face

    ResponderEliminar

Obrigada por deixar o seu comentário, pois isso só veio enriquecer este espaço